NECESSIDADES ESPECIAIS

Ser portador de necessidades especiais não é um empecilho para a prática de atividades físicas. Prova disso foi o grande resultado obtido pela delegação brasileira na última paraolimpíada. Esses super atletas nos encheram de orgulho e são fantásticos exemplos de superação! 

Uma pessoa é considerada portadora de necessidades especiais quando apresenta perda - ou anormalidade - de alguma estrutura/função psicológica, fisiológica ou anatômica, em decorrência de problemas congênitos ou adquiridos, permanentes ou temporários. 

Com a prática regular de exercícios físicos, o portador de necessidades especiais adquire mais independência, eleva sua autoestima, espírito competidor, e melhora seu relacionamento interpessoal, o que é ótimo para o desenvolvimento não somente no esporte, mas em todos os segmentos da vida.

Dependendo do grau de deficiência, os cuidados nutricionais devem ser redobrados, pois algumas pessoas podem ser mais suscetíveis a doenças como osteoporose, cálculo renal, problemas cardiovasculares e alterações metabólicas. Cada caso, é claro, deve ser analisado individualmente.  Os cadeirantes, por exemplo, necessitam de maior aporte calórico, pois tendem a gastar muito mais energia para se locomoverem. O peso corporal também deve ser sempre muito bem controlado, para não dificultar ainda mais a realização de atividades diárias. 

Com esses cuidados simples a prática de atividade física associada uma ótima nutrição -

é possível garantir aos portadores de necessidades especiais mais qualidade de vida e uma maior integração na sociedade.

© 2016 Copyright Victor Silvestre by Chegaaê!

  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle