Nutrient Timing

Antes de citar o melhor momento para ingerir carboidrato, precisamos “pincelar” um detalhe que muitas vezes passa desapercebido por diversos praticantes de atividade física e até mesmo pelo atleta de ponta: a bioquímica, mais precisamente o ATP.

Adenosina trifosfato (ATP), fonte de energia na célula, permite a conversão da energia química em energia mecânica. A energia dos alimentos (energia química) não se transfere diretamente para as células para o trabalho biológico. Em vez disso, a “energia de macronutriente” passa através do composto de ATP rico em energia. Esse processo pode ser resumido em dois passos básicos: (1) extração da energia química dos macronutrientes e sua transferência para ligações químicas de ATP; (2) extração e transferência da energia química em ATP para abastecer o trabalho biológico, como a contração do músculo esquelético (McArdle, Katch e Katch, 2008).

A transferência do “passo 1” para o “passo 2” pode demorar horas, dias... Assim, se você está procurando o melhor horário para ingerir carboidrato visando a performance atlética, o seu “pré treino" deve iniciar na primeira refeição “após o treino” do dia anterior.

Muito dos meus pacientes que treinam logo ao acordar, realizam a sua refeição “pré treino” com carboidratos na noite anterior, antes de dormir!

Se você é profissional nutricionista, pense a respeito. Se é praticante de atividade física e está perdido quanto ao plano alimentar, consulte o nutricionista para ajustar a estratégia!

#prétreino #carboidrato

Posts Em Destaque
Posts Recentes